não disponível

Notícias

Bloco de Esquerda - Porto
Julho 5, 2018 12:42 PM

As eleições para a Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda (2018-2020) decorrerão no próximo dia 21 de julho. 

13º Marcha Orgulho LGBT+ do Porto
Julho 4, 2018 03:15 PM

A Assembleia Municipal do Porto, reunida no último dia 25 de junho, aprovou a proposta do Bloco de Esquerda para um voto de saudação à 13.º Marcha do Orgulho LGBT+ na cidade do Porto. O documento foi aprovado com a abstenção dos deputados do grupo de Rui Moreira e do PSD. Lamentavelmente, a Assembleia Municipal não fez ainda chegar a saudação à organização da MOP, assim como o portal de notícia www.porto.pt não fez qualquer menção à votação. Atitudes que são condenadas pelo Bloco de Esquerda, partido que estará presente na marcha do próximo dia 7 de julho. 

Estivadores combatem práticas anti-sindicais
Junho 27, 2018 12:04 PM

Por proposta dos deputados municipais do Bloco de Esquerda, a Assembleia Municipal de Matosinhos aprovou esta segunda-feira um voto de protesto contra a discriminação sindical e o assédio moral de dezenas de estivadores e demais trabalhadores no Porto de Leixões.

Despejos: Rui Moreira rejeita apoio às famílias ameaçadas
Junho 19, 2018 10:50 AM

A pedido do Bloco de Esquerda, a Assembleia Municipal do Porto reuniu em sessão extraordinária esta segunda-feira para debater o problema dos despejos e do acesso à habitação na cidade do Porto. Rui Moreira e o seu grupo político na Assembleia rejeitou a criação de um gabinete de apoio às famílias afetadas e abandonou a sala antes das moradoras presentes tomarem a palavra.

Opinião

Em “O Nome da Rosa”, romance do escritor italiano Umberto Eco, num dos diálogos entre o frade franciscano Guilherme de Baskerville e o noviço que o acompanha Adso de Melk, o primeiro diz a este que deve fugir daqueles que para salvar a sua alma são capazes de o matar.

... estes zangados do PSD, CDS e dos seus amigos comentadores. Fossem eles governo e estaríamos a ser vítimas de cortes nos salários, nas reformas (a “peste grisalha” como classificou os reformados o deputado Peixoto do PSD), nas prestações sociais, em suma naquela política que Luís Montenegro do PSD definiu como fazendo bem ao país ainda que os portugueses ficassem piores.